Dores de crescimento #4

12.5.15
É triste que me sinto quando não sei como te chegar.
Falo e sei que não me ouves,
Procuro nos teus olhos as palavras que tu calas,
que me apertam a garganta e desistem de ser ouvidas.
Sei que vai passar, que o tempo vai passar, que tudo vai passar.
Qual o caminho a mostrar a quem não quer ir?
talvez preferisse que te enganasses no caminho desde que fosses...
Falo e sei que não me ouves. Não tenho que preferir nada.
Tento aconchegar-te e é triste que me sinto por não te saber chegar.


5 comentários:

  1. Conheço de cor essas dores. E sei que elas passam e as pernas cansadas acertam o caminho... mas demora e essa espera, doí.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não mata mas mói :-) Obrigada Patrícia, abraço

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Sem dúvida "Pés", há fases tão lixadas... que esse é o único caminho viável e com sentido. ;-) Abraço

      Eliminar
  3. .... é uma dor tão grande, não conseguir entrar neles... mas eu acho que ouvem.... o pior é saber o que lhes dizer :-)

    ResponderEliminar

Se não conseguires fazer um comentário podes enviar para o mail: vivertodososdias@gmail.com Obrigada